A paz de Cristo Jesus e o Amor de Maria Santíssima!

Amados irmãos e irmãs, escrevo-vos esta carta por ocasião do nosso Jubileu 10 Anos Hesed – Jesus, eu confio em Vós. Louvo a Deus que, por Sua Graça, conduziu-me até aqui, como testemunho vivo do derramamento de Amor dentro e através de cada membro do Grupo de Oração Hesed.

Há exatamente dez anos, iniciava-se a história desse “lugar de adoração e vida”. No ano de 2009, o Senhor conduziu uma porção de seu povo para uma experiência de oração profunda que viria a dar origem a um grupo de jovens. Sim, iniciamos nossa história ainda como um grupo de jovens. Jovens estes que seriam pouco a pouco formados pelo fogo do Espírito. Mas já ali o Senhor suscitava que esses jovens seriam homens e mulheres de oração, por isso o grupo recebeu em seu batismo o nome Hesed.

“Hesed” é uma palavra hebraica, muito utilizada no Antigo Testamento, que significa Misericórdia. E foi com essa Misericórdia que o Senhor nos pediu que contássemos sempre, quando orientou na Sagrada Escritura a fundação do Grupo, pelo capítulo segundo do livro do Eclesiástico:

Meu filho, se te ofereceres para servir o Senhor, prepara-te para a prova. Endireita teu coração e sê constante, não te apavores no tempo da adversidade. Une-te a ele e não te separes, a fim de seres exaltado no teu último dia. Tudo o que te acontecer, aceita-o, e nas vicissitudes que te humilharem sê paciente, pois o ouro se prova no fogo, e os eleitos, no cadinho da humilhação. Na doença e na indigência, conserva tua confiança. Confia no Senhor, ele te ajudará, endireita teus caminhos e espera nele. Vós que temeis ao Senhor, contai com sua misericórdia e não vos afasteis para não cairdes […], tende confiança nele e a recompensa não vos faltará […], esperai bens, alegria eterna e misericórdia […]

O Deus Trino, por Sua bondade, confiou a Luís Fernando, Mariana Borges e a mim, Wellyngton Teixeira, a primeira coordenação do grupo recém-criado. Confesso-vos que não tinha maturidade para estar à frente daquela missão, e, por muitas vezes, fui inconstante. Demorei-me para realmente servir com amor e compromisso. Lembro até de um episódio de nosso irmão Luís me exortando por minha falta de responsabilidade. Aquilo foi um chamado de Deus para mim. Tardei, mas consegui – acredito eu – firmar-me na missão.

Tal porção do rebanho do Senhor foi realmente escolhida a dedo por Ele, a cada encontro de oração o Senhor nos surpreendia, enviando servos que já possuíam uma “bagagem”. E a partir de então formavam-se as características-base do Hesed: oração e acolhimento. Muitos de nós, recém-chegados, necessitava de um colo acolhedor na cidade nova, nova morada, nova etapa de vida, não é mesmo? Advindos de lugares diferentes, fomos, cada um, recebidos em um colo acolhedor chamado Grupo de Oração Hesed. Esse “regaço acolhedor” lembra o de Nossa Senhora, Mãe e fiel Intercessora, sempre presente em nosso meio, a nos moldar e conduzir.

Logo a primeira alternância de coordenação trouxe a escolha de Camila Soares. Tempo bastante frutífero para o Hesed. Ali alcançamos um grau de responsabilidade maior. O compromisso com a intercessão, o acolhimento e a demonstração do Amor Hesed eram nítidos. Quem não sente saudades do nosso Grupo cheio – não só de pessoas – lá no salão? Aproveito para provocar uma reflexão, e realizar também uma exortação. Lembram da Capela lotada aos domingos daquele tempo? Tenho a certeza de que isso refletia nos encontros de oração. Hoje também, cada um de nós é chamado a doar mais do que tem doado.

Na época da coordenação de nosso irmão Cláudio Paixão, chegamos à maturidade dos ministérios, e a uma organização mais definida dos carismas de cada um. Ainda assim, precisávamos – como sempre precisaremos – avançar a águas mais profundas.

Com a coordenação do irmão Jaques Oliveira vimos a atuação desses ministérios de forma bastante poderosa, mergulhados nas missões a nós confiadas. A alternância da coordenação, e também do pároco, expôs, a meu ver, nossas virtudes e nossos pecados. O apego a experiências passadas e também algumas carências pessoais, além de desencontros na comunicação, nos atrapalharam; porém, a perseverança no carisma e a busca pelo conhecimento da Fé se afloraram de modo especial nesse tempo.

Grande fruto dessas mudanças foi ainda a inserção do Grupo na Renovação Carismática Católica, que tem nos permitido uma maior unidade com a Santa Igreja e um aprofundamento na vivência dos dons do Espírito Santo em cada ação que realizamos.

O Hesed nunca deixou de participar ativamente da comunidade paroquial. A grande maioria, senão todos os seus membros sempre estiveram envolvidos em outras pastorais e nos serviços litúrgicos, o que se deve à consciência de que o Amor Misericordioso de Deus se dá em toda ação na Igreja. E fomos assim, gradativamente, construindo a nossa “Família Hesed” no seio da Mãe Igreja.

Tal entrega no serviço gerou frutos abundantes, que são a confirmação da ação de Deus no Grupo e o têm tornado um verdadeiro “berço de vocações”. Primeiro, vieram os vocacionados à família. Uniram-se sacramentalmente em matrimônio, respectivamente, Ebert e Antônia, Bruno e Marina, Wilkinson e Lucyane, Luís e Afra e minha esposa Rita e eu. E, recentemente, despertam-se também vocações à vida religiosa – Camila e Mayane – e sacerdotal – Henrik. Outras mais virão pela Graça de Nosso Senhor.

Irmãos e irmãs, ainda há muito a crescer! E esse crescimento só pode se dar na presença do Senhor, em nossa relação de intimidade com Ele e também na comunhão fraterna. Precisamos ser verdadeiramente apóstolos da Misericórdia. A Misericórdia é agora, este tempo que o Senhor nos preparou. É oportunidade que não se pode deixar passar. Façamos que assim aconteça! Amemo-nos e perdoemo-nos verdadeiramente para poder prosseguir. O diálogo de amor nos fará bem. Abracemos a Misericórdia como nossa Salvação. Que cada um busque a conversão e a santidade de vida, como o Senhor sempre insistiu em nosso meio!

Peço que Nossa Senhora de Fátima, São Miguel Arcanjo, São Bento, São João Paulo II, São Judas Tadeu e Santa Faustina continuem a interceder por nós.

Um santo Jubileu!!! Jesus, nós confiamos em Vós!

Wellyngton Teixeira dos Santos,
coordenador do Grupo de Oração Hesed

 

Wellyngton Teixeira, coordenador. Foto: Jéssica Diniz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *